CRÍTICA: A BELA E A FERA

segunda-feira, abril 10, 2017

Lançamento: 16 de março de 2017 (2H 21M)
Direção: Bill Condon
Nacionalidade: EUA

A Bela e a Fera é um tradicional conto de fadas francês. Originalmente escrito por Gabrielle-Suzanne Barbot, em 1740, tornando-se mais conhecido em sua versão de 1756. Adaptado, filmado e encenado inúmeras vezes, o conto apresenta versões diferentes do original que é moldado a diferentes culturas e momentos sociais.

E já faz um tempo que a Disney resolveu nos mostrar várias de suas mais famosas animações em versões live-action, como Cinderela, Mogli, Malévola, entre outras, e desde então todos aqueles que amam as histórias do mundo do Mickey se animam com a notícia de um filme adaptado.


O remake de A Bela e a Fera, que é estrelado por Emma Watson, nos trás de volta a década de 1990, trazendo para quem já viu o desenho aquele sentimento bom de infância. Cada fala, cena, personagem, roupa e música mostrada no filme faz com que lembrássemos do desenho e das músicas cantadas. Um filme luxuoso e cheio de amor.

O filme é baseado na animação de 1991 - ao qual ganhou um Oscar -, numa adaptação completamente parecida com a animação. Temos as cores das roupas da Bela, o vestido amarelo, a paixão de Bela pelo livros, por seu pai, por querer conhecer o mundo e a tão famosa valsa entre os personagens principais. 

Com muita música envolvida, como é a lógica da Disney em que canções invadiam a narrativa, como ocorre em Rei Leão, Aladdin e a Pequena Sereia.Muitas danças e falas surgem durante as cenas, mas tudo de um jeito fácil de se entender, conforme os personagens cantão as canções vão se encaixando durante o filme.

O próprio musical dentro de uma tela e fora da Broadway. Com cenários que podem virar palcos dentro de um set de filmagens. Todos os personagens cantam, dançam e estão na mira da câmera, a música é a estrela.

Claro que para quem não gosta de musicais ou filmes musicais, há um certo distanciamento entre esse público e o filme, pois é mais comum uma animação ter músicas do que um filme ser todo cantado. Talvez isso tenha feito com que muitos não tivessem saído de lá satisfeitos.


NOTA:

🎬 🎬 🎬 🎬

You Might Also Like

0 comentários