SÉRIE: THE OA

sexta-feira, março 17, 2017

Hoje eu venho falar para vocês sobre uma série que me deixou desorientada e não consegui deixar a TV de lado enquanto não terminasse de assisti-la até o final. 

A série The OA é uma série americana de drama, suspense e ficção científica. A primeira temporada foi disponibilizada em 16 de dezembro de 2016 e possui oito episódios e no dia 08 de fevereiro de 2017, a Netflix confirmou oficialmente a segunda temporada de The OA.


Depois de passar 7 anos desaparecida a pequena Prairie Johnson (Brit Marling), é encontrada após filmagem ela tentando se jogar de um ponte. Esse vídeo cai na internet e seus pais a reconhecem. Prairie é resgatada com vida e para surpresa de todos, a garota que antes era cega, retorna desorientada e com a visão perfeita.

Isso faz com que todos aqueles que a conheciam quando pequena, ou soube sobre sua história pelos noticiários, desperte em si uma grande curiosidade de como ela havia recuperado sua visão e por onde estava todos esse anos.

A jovem tenta explicar aos seus pais o que teria acontecido e que desde que partiu estaria em um outro plano de existência, em um outro lugar, que pode ser invisível para muitos e que tudo aquilo foi por um motivo maior. Porém, acabaram achando que sua filha estava ficando louca e que o trauma do sequestra teria deixado ela em choque, fazendo com que não conseguisse medir seus pensamentos.

Assim como seus pais, os vizinhos também vêm a moça como uma doente afetada pelo trauma de anos. Prairie não deixa que os comentários maldosos a afete, uma vez que para ela tudo que passou durante esses anos foi real.

Diante disso, tenta ao máximo mostrar a mais cinco pessoas que o que falam sobre seu desaparecimento não é real, que ela pode tirar deles essa dúvida e contar tudo o que aconteceu durante esses sete anos em que esteve fora.

The OA é o tipo de série que te faz terminar um episódio e continuar com ele na cabeça, te faz pensar sobre muitas coisas que acontecem ao nosso redor, até mesmo com família e amigos próximos.A série é diferente das que costumo assistir. Não dei nada por ela, todavia acabou me surpreendendo positivamente e terminei em dois dias.

Claro que OA não é perfeita, são oito capítulos que as vezes se perdem no compasso, mas nos prende do começo ao fim. Os criadores Zal Batmanglij e Brit Marling conseguem manter a lógica da narrativa a cada episódio.

You Might Also Like

1 comentários